Quais sobrenomes dão direito à cidadania italiana?

Descubra quais são os sobrenomes italianos que facilitam o processo de solicitação de cidadania italiana.

Anúncios

O Brasil é um dos países com maior número de italianos fora da Itália, chegando a 32 milhões de brasileiros com descendência italiana, de acordo com dados da Embaixada da Itália no país. Neste contexto, a dupla cidadania é um sonho que muitos buscam, criando a curiosidade sobre quais sobrenomes dão direito à cidadania italiana.

Para entender melhor sobre a questão da cidadania, é necessário conhecer quais são as regras desse país europeu. No geral, existem tipos distintos de cidadania, e cada uma delas requer um procedimento específico. Saiba mais informações a seguir.

Anúncios

É possível ter cidadania italiana pelo sobrenome?

A resposta é não, porque o sobrenome por si só não dá direito à cidadania em nenhum outro país no mundo. Isso porque existem regras e procedimentos específicos a serem cumpridos na concessão de cidadania, de modo que o nome completo não anule os outros passos que precisam ser cumpridos.

Leia também: Descubra sua ancestralidade através do DNA

Anúncios

Apesar disso, a presença de um sobrenome italiano é um forte indicador que a pessoa é desentende de um italiano, e também auxilia em uma das etapas da avaliação no processo de concessão da cidadania. Essa etapa é a pesquisa genealógica, utilizada no reconhecimento da dupla cidadania.

Na pesquisa genealógica, o consulado ou entidade responsável traça a relação entre o solicitante e os cidadãos nativos do país. É um processo com maior impacto nos casos de naturalização de filhos, netos ou cônjuges de italianos, neste caso.

Na abertura do processo de dupla cidadania, conhecer a origem do sobrenome italiano pode facilitar a avaliação dos responsáveis pela concessão desse título, mas não é o único procedimento a ser cumprido. Isso porque a documentação é ainda mais importante, bem como as etapas de entrevista e outras solicitações.

Quais sobrenomes dão direito à cidadania italiana?

Foto: Reprodução/Pexels

Quais são os sobrenomes que podem pedir cidadania italiana?

Ainda que o sobrenome não dê direito absoluto e imediato à dupla cidadania italiana, existem alguns sobrenomes comuns no Brasil que decorrem desta descendência europeia. Portanto, cidadãos com esse sobrenome podem investir no processo de naturalização. Confira os 20 sobrenomes italianos mais populares no país:

  1. Bianchi;
  2. Bruno;
  3. Colombo;
  4. Conti;
  5. Costa;
  6. De Luca;
  7. Esposito;
  8. Ferrari;
  9. Gallo;
  10. Giordano;
  11. Greco;
  12. Lombardi;
  13. Mancini;
  14. Marino;
  15. Moretti.
  16. Ricci;
  17. Rizzo;
  18. Romano;
  19. Rossi;
  20. Russo.

Como solicitar a cidadania italiana?

1. Cumpra os requisitos

Os requisitos variam de acordo com o tipo de cidadania que está sendo solicitada, porque a cidadania por consanguinidade é diferente da cidadania de matrimônio, por exemplo. No geral, os requisitos envolvem a organização de todas as documentações, com tradução juramentada e propriamente apostiladas.

Ademais, é fundamental que o requerente esteja residindo em uma comuna italiana pelo período mínimo de 2 a 6 meses antes da solicitação. As comunas italianas são as unidades básicas de organização do território deste país, assim como os municípios no Brasil.

Mais do que residir nessas comunas, é preciso comprovar a residência por meio de alguma informação vinculada ao seu nome que indique o endereço completo. A recomendação dos especialistas é optar por comunas menores, porque o volume de dados também é reduzido e isso agiliza o processo.

Passaporte italiano

Foto: Reprodução/Pexels

 

2. Procure um órgão oficial

Para solicitar a cidadania italiana diretamente do Brasil é necessário buscar um Consulado na sua região de residência para abrir o processo. Neste contexto, o processo não pode exceder o tempo limite de 2 anos, pois caso contrário será necessário entrar com um processo judicial informando sobre o atraso na avaliação da sua cidadania.

Caso você esteja na Itália, esse procedimento pode ser realizado na prefeitura, com a apresentação de todos os documentos e certidões. Contudo, o solicitante precisa apresentar seu visto de viagem para uma estadia mais longa ou então a passagem de retorno para o seu país.

Isso porque o processo pode tomar certo tempo, e não é permitido ficar ilegalmente no território, ainda que a concessão da cidadania esteja em avaliação. Sendo assim, o ideal é solicitar a dupla cidadania com o máximo de antecedência possível à sua estadia no local.

Dessa maneira você consegue comparecer presencialmente para atender às demandas, sem precisar mandar um procurador legal ou adicionar uma nova camada de burocracia.

3. Apresente os documentos

Para tirar a cidadania italiana, é necessário ter os seguintes documentos:

  • Certidão de nascimento do antepassado que nasceu na Itália;
  • Certidão de nascimento de todos os familiares até chegar ao indivíduo requerente;
  • Certidão de nascimento do requerente
  • Certidão de óbito do antepassado que nasceu na Itália
  • Certidão e óbito de todos os familiares até chegar no indivíduo requerente;
  • Certidões de casamento do antepassado italiano;
  • Comprovante de solicitação ou protocolo de solicitação da dupla cidadania;
  • Procuração judicial da dupla cidadania;

Basicamente, esses são os documentos principais que são solicitados na maioria dos casos, mas podem acontecer alterações e novas informações serem solicitadas. No geral, quanto mais antiga a ascendência, mais burocrático é o processo de comprovação.

Isso porque nos casos de quem for solicitar o reconhecimento por conta de um casamento com um italiano, por exemplo, é importante apresentar outras informações. Neste contexto, o solicitante precisa ter as certidões de nascimento e todos os antecedentes criminais na base do país de origem e dos países que morou depois de ter 14 anos.

Além disso, as autoridades solicitam a certidão de casamento, o comprovante de endereço da residência em território italiano e o certificado de idioma. Para essa naturalização, é necessário ter, pelo menos, nível B1 de proficiência no idioma.

E aí, aprendeu como funciona a dupla cidadania italiana pelo sobrenome?

Não fique contando somente com o sobrenome dos seus antepassados para conseguir a tão sonhada dupla cidadania italiana. Faça uma pesquisa aprofundada sobre os procedimentos, etapas e requisitos para assegurar o seu sucesso nessa empreitada.

foto do autor

Cecília Fernandes

Jornalista e Produtora Audiovisual com especialização em Conteúdo e Storytelling. Candanga de nascença, goiana de criação.

Você também pode gostar

Aprenda Novos Idiomas com Makesyoufluent

Aprenda Novos Idiomas com Makesyoufluent

Anúncios Você quer aprender um novo idioma, mas não tem tempo para ficar investindo em seus estudos de uma nova língua? Deseja adicionar um novo idioma no seu currículo, mas não sabe por onde ...
Continue lendo →

Aplicativos para Editar Fotos com IA

Anúncios Você quer aprender um jeito fácil e prático de editar suas fotos? Está procurando por aplicativos que reduzam o trabalho que você tem para chegar em um bom resultado? Então você precisa conhecer ...
Continue lendo →

Experimente os Filtros e Efeitos que estão fazendo Sucesso

Anúncios É inegável que os filtros e efeitos estão fazendo sucesso, mas você sabia que existe uma plataforma que concentra diversos recursos divertidos para você experimentar? Pois é, com o aplicativo Vids AI – ...
Continue lendo →